NOTÍCIAS DO DIA

o aumento de carga horário no ensino médio, ministro sai de férias mas vai à TV insistir em volta às aulas, o apoio aos educadores da Uniesp, e mais:

Por quarta-feira, 21 de julho de 2021

 

Não vamos nunca nos curvar, não vamos nos submeter aos caprichos e às vontades dos patrões. E para manter conquistas, devemos promover a sindicalização maciça da categoria. Manter conquistas, manter o sindicato. Assista agora: 

 

 

 

SP vai ampliar carga horária no ensino médio com aulas remotas
Estadão; 20/07
https://bit.ly/3BpfJzy

Estudantes do 2.º ano do ensino médio em escolas estaduais paulistas terão, a partir do ano que vem, parte da carga horária com aulas online. As atividades remotas serão para orientação de estudos e disciplinas eletivas, escolhidas pelos alunos. As mudanças fazem parte da reforma do ensino médio, que prevê ampliação do número de aulas e currículo mais flexível.

No novo ensino médio, os estudantes devem ter 3 mil horas de aulas – antes, eram 2,4 mil. Além das matérias de formação básica, como Português e Matemática, eles se aprofundam em conteúdos com os quais têm mais afinidade. A reforma da etapa vale para todas as escolas brasileiras, públicas e particulares. Cada escola da rede privada define como ampliará a carga horária. Na rede estadual paulista, as mudanças começam neste ano com alunos do 1.º ano e vão alcançar os alunos do 2.º ano em 2022 e os do 3.º em 2023.

Ministro da Educação sai de férias – mas vai à TV defender volta às aulas apesar de omissão do MEC na pandemia
Folha de S. Paulo; 20/07
https://bit.ly/3BqDo2F

O ministro da Educação, pastor Milton Ribeiro, fez um pronunciamento em rede nacional nesta terça-feira (20) para pressionar estados e municípios pelo retorno às aulas presenciais.

Ribeiro está em férias desde o dia 19 e só volta ao trabalho no próximo mês. Ele gravou o pronunciamento antes.

Para Ribeiro, não é viável esperar a vacinação de todos os profissionais da educação. “A vacinação de toda comunidade escolar não pode ser condição para reabertura das escolas”, disse.

Desde que chegou ao cargo, há um ano, Ribeiro defende o retorno às aulas presenciais. A posição tem sido reforçada pelo ministro nos últimos dias. Apesar disso, o MEC (Ministério da Educação) foi ausente no apoio a estados e municípios durante a pandemia para manter aulas remotas ou para o retorno às atividades presenciais.




O ato solene em apoio aos educadores da Uniesp
Assembleia Legislativa; 20/07
https://bit.ly/3y8MIX3

Com o apoio da Fepesp e dos parlamentares Carlos Giannazi (dep. Estadual) e Celso Giannazi (vereador), a Assembleia Legislativa de São Paulo realizou nesta terça-feira, 20/07, ato solene em apoio à luta dos professores da Uniesp e em denúncia ‘ao seu mantenedor estelionatário da educação’, como qualificou Celso Napolitano, da Fepesp.

O ato contou com representantes de educadores da Uniesp em Ribeirão Preto, Campinas, Guarulhos (onde estão em greve pelo atraso constante de salários e desrespeito a obrigações trabalhistas), além de profissionais de unidades em diversos outros municípios do Estado.

Veja como foi o ato solene aqui.

 

Novidade? Neurociência defende que estudantes utilizem as férias para descansar
Estadão; 20/07
https://bit.ly/3x18GKc

A neurociência certifica que as férias são extremamente importantes para a saúde mental de crianças e adolescentes, que devem utilizar esse período para descansar o cérebro, porque os processos de estudo e aprendizagem são cansativos. A afirmação é da psicóloga e orientadora pedagógica do Colégio Oficina do Estudante de Campinas (SP), Priscila Gil Neto.

De acordo com a especialista, ao fim do semestre, é perceptível, em alguns alunos, uma queda no rendimento, devido ao desgaste ocasionado pela rotina escolar.

 

CORONAVÍRUS

Vacinas apresentam eficácia contra variante delta
Rede Brasil Atual, 20/07
https://bit.ly/2V66Kmo

A Europa e a Ásia enfrentam uma forte escalada no número de novos casos diários. Entretanto, a mortalidade caiu quase a zero entre os países com vacinação mais avançada. Já na Ásia, países com menor alcance vacinal enfrentam o aumento das mortes, que leva parte do continente a retomar medidas intensivas de isolamento social.

Reino Unido e Países Baixos, por exemplo, apresentam números de infecções diárias semelhantes aos piores momentos da pandemia nos países. Entretanto, as mortes não acompanham essa curva. No Reino Unido, cerca de 60% da população está totalmente imunizada, e nos Países Baixos, 40%. A tendência é oposta em países como Tunísia (no norte da África) e Fiji, com 8% e 7,6% das populações vacinadas, respectivamente.


Lá fora: contra variante Delta, moradores de Los Angeles se adaptam à volta das máscaras
Estadão, 20/07
https://bit.ly/3hTV6np

A ordem para todas as pessoas usarem máscara em ambientes fechados, independentemente de estarem ou não vacinadas, entrou em vigor à 0h do domingo 18, fazendo de Los Angeles o primeiro grande condado dos EUA a readotar a exigência. A política vai além do padrão atual do Estado e da recomendação pelos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC na sigla em inglês) —ambos exigem máscaras para pessoas não vacinadas, mas não para as totalmente vacinadas.

 

 

 

POLÍTICA EDUCACIONAL

FNDE prorroga prazo para renovação de contratos do Fies
Agência Brasil; 20/07
https://bit.ly/3wPa5mQ

O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) prorrogou até 30 de setembro o prazo para renovação semestral dos contratos assinados com o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). A medida foi publicada hoje (20) no Diário Oficial da União e vale para contratos simplificados e não simplificados do primeiro semestre de 2021.

O processo de renovação deve ser feito por meio do sistema SisFies (aqui). O período vem sendo estendido para garantir que todos os estudantes possam realizar os aditamentos neste período de pandemia da covid-19.

O NEGÓCIO DA EDUCAÇÃO

Congresso online sobre o ensino privado debate novos cenários da educação após pandemia
G1; 20/07
https://glo.bo/2UxCtNg

Com o tema “Novos cenários e diversas travessias”, o 16° Congresso do Ensino Privado inicia nesta quarta-feira (21) e vai até sexta (23). O evento conta com 24 palestras para gestores e educadores, desde a educação infantil até o ensino superior.

Os interessados podem se inscrever aqui.

Além das palestras, os participantes poderão visitar, pela plataforma online, a tradicional Expoeducação, feira de produtos e serviços voltados ao setor educacional. Também será possível escolher temas específicos conforme o interesse ou formação, como infâncias, adolescências, juventudes, maioridades e gestores.

BTG Pactual, Descomplica e Coursera debatem futuro da educação em evento
Exame; 20/07
https://bit.ly/3eFMH5c

O evento Brazil at Sillicon Valley vai discutir, na edição deste ano, o tema “O Brasil que está dando certo”. De forma totalmente on-line, a edição deste ano apresentará três painéis a respeito da educação em diferentes aspectos do ensino no Brasil e no mundo.

A escolha do tema educação faz todo o sentido do ponto de vista de investimentos dedicados ao setor — e a necessidade de cada vez mais qualificação para os próximos anos. De acordo com o Relatório do Distrito, apenas em 2020, foram mais de US$11 bilhões investidos globalmente no setor. No Brasil, não é diferente: o número de edtechs passou de 434 para 559, aumento de 28%.

 


 

No Peru: Pedro Castillo é declarado presidente eleito
Rede Brasil Atual; 19/07
https://bit.ly/3x1cgUE

Pedro Castillo foi confirmado oficialmente como o novo presidente do Peru na noite desta segunda-feira (19). Mais de um mês após as eleições, o Juizado Nacional Eleitoral (JNE) declarou Castillo (do partido Peru Livre, de esquerda) como vencedor, após todos os recursos apresentados por sua adversária, a ultradireitista Keiko Fujimori, terem sido rejeitados. A posse do novo presidente peruano está marcada para 28 de julho.

Castillo venceu o segundo turno das eleições, realizadas em 6 de abril, com 50,13% dos votos, contra 49,87% da filha do ex-ditador Alberto Fujimori. Keiko, contudo, se recusou a aceitar o resultado, acusando o adversário de fraude.

Ao longo dos últimos 40 dias, Castillo insistiu em pedir paciência a seus eleitores à espera do resultado final. Contudo, também foi firme em defesa da vontade da maioria. Nesse sentido, seus apoiadores chegaram a ir às ruas para garantir afastar qualquer tentativa de golpe por parte da sua opositora.