Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de
Ensino de Presidente Prudente e Região

NOTÍCIAS DO DIA
Escolas particulares registram covid na volta às aulas no Rio, SP inicia testes na rede pública, Dia de Professores tem galeria de homenagens e especial com Paulo Freire, e mais.

sexta-feira, 16 de outubro de 2020

 

 

Educação em tempo de pandemia? Não é mole não!
Professora, professor: parabéns pelo seu dia!
Assista aqui o especial da TV Fepesp: 
https://youtu.be/TZ6t25lZSEs

 

 

 

Hoje, 16/10 – escolas particulares registram covid na volta às aulas no Rio, SP inicia testes na rede pública, Dia de Professores tem galeria de homenagens e especial com Paulo Freire, e mais.

 

Rio de Janeiro:  Doze escolas têm casos de Covid-19 na volta às aulas, e especialistas dizem que ‘situação era esperada’
O Globo; 15/10
https://glo.bo/31c1yxt
Outline:  https://outline.com/S4JyAr

Pelo menos doze escolas particulares já teriam registrado casos suspeitos ou confirmados de Covid-19 desde que as aulas presenciais foram retomadas de forma voluntária, de acordo com informações do Sindicato de Professores do Município (Sinpro Rio).

A entidade, segundo o colunista Ancelmo Gois, recebeu relatos de professores, alunos e funcionários administrativos com sintomas da doença. Mas, para especialistas, não há motivo para alarme. Eles afirmam que é esperado o surgimento de casos isolados e que o momento, com sucessivos dias de contágio em queda ou estável, é propício para o retorno, desde que mantidos os cuidados necessários e seguidos os protocolos sanitários.


Governo de SP inicia testes de coronavírus em alunos e professores da rede estadual
Estadão; 15/10
https://bit.ly/2T3H45e

O governo de São Paulo iniciou nesta quinta (15) a testagem de alunos e profissionais da educação nas escolas estaduais para o coronavírus. Os exames começaram a ser feitos após mais de um mês da autorização para a reabertura das unidades.

Apesar de a rede estadual paulista ter mais de 3,5 milhões de alunos, o governo estadual anunciou que vai testar apenas 19 mil pessoas, entre estudantes e profissionais da educação. O objetivo da testagem é estimar a prevalência da infecção pelo coronavírus no retorno às aulas presenciais.

 


No Dia do Professor, Turma da Mônica homenageia educadoras que marcaram a História
Estadão; 15/10
https://bit.ly/37aPWOO

Para celebrar o Dia do Professor neste 15 de outubro, a Turma da Mônica destaca a trajetória de quatro educadoras que, com sua atuação, deixaram uma marca positiva na História. Uma delas é a brasileira Jaqueline Conceição, doutoranda em antropologia social que defende a representatividade por meio da educação. As demais homenageadas são a norte-americana Anne Sullivan, a argentina Emilia Ferreiro e a médica italiana Maria Montessori. Todas elas são retratadas pelas personagens criadas pelo cartunista Mauricio de Sousa.

Webstories: ‘Quem foi Paulo Freire?’
Folha; 15/10
https://bit.ly/2IwFzdT

Publicação interativa destaca vida, obra e comentários sobre o trabalho e influência do patrono da Educação brasileira, o professor Paulo Freire.

 

 

 

Distantes há sete meses, professores e alunos tentam preservar afeto nas aulas virtuais
Folha de S. Paulo; 15/10
https://bit.ly/2Ha6jQO

Pesquisadora reúne depoimentos de professores e alunos, da educação infantil à universitária, a respeito do modelo de aula online iniciado há sete meses, em decorrência da pandemia do novo coronavírus. Em meio a severas desigualdades de renda e escolaridade entre famílias, dificuldades de acesso à internet e impasses na aprendizagem virtual, todos tentam preservar um mínimo de afetividade na interação por meio de computadores e celulares.

A relação entre professores e alunos é uma das mais romantizadas historicamente. Remontando a uma época em que apenas figuras da igreja ensinavam, muitos, até hoje, associam a profissão a fé, devoção e doação.

Isso, no Brasil, se reflete também na desvalorização de salários (o piso da categoria não chega a R$ 3 mil) e nas estatísticas de esgotamentos na profissão (professor está atrás apenas de policiais).

A pandemia de Covid-19, inicialmente, e agora o dilemático retorno das escolas ao trabalho presencial trazem à tona histórias e mais histórias de professores e seus esforços em aulas remotas. Em maio de 2020, uma pesquisa do Instituto Península apurou que 76% dos professores entrevistados precisaram mudar muito ou totalmente sua rotina.

 

Galeria: homenagens dos Sindicatos ao Dia de Professores

 

 

Opinião: ‘ Não basta agradecer aos professores, é preciso ajudá-los a reconstruir a escola’
Folha de São Paulo; 15/10
https://bit.ly/343rsVX

Por Laura Mattos: “ Este é o Dia do Professor mais especial da história, e é curioso pensar que a data tenha sido criada no Brasil por um grupo que defendeu que os professores, além de merecer a homenagem, se sentiam cansados a essa altura do ano e precisavam de uma folga para ganhar fôlego e refletir sobre os rumos dessa etapa final do calendário escolar.

Tendo como referência a data da assinatura do decreto de 1827 que havia criado o ensino elementar no Brasil, o educador paulista Samuel Becker e seus colegas conseguiram instituir essa pausa oficial nas escolas em 1947.

Mais de sete décadas depois, com a pandemia, os professores estão mais cansados do que nunca, mas precisam ter ânimo não só para dar conta de encerrar este ano caótico como para retornar presencialmente para uma escola que terão que reinventar.

Esgotados e com seus próprios dramas, terão que acolher emocionalmente crianças e jovens. Não basta, portanto, homenageá-los por tudo isso, temos que ajudá-los”.

 




 Professores brasileiros são os que mais sofrem com agressões
TVT; 15/10
https://bit.ly/345Rl7D

Reportagem na edição de 15/10 de Seu Jornal na TVT mostra pesquisa da OCDE que indica que o Brasil é o país em que os professores são os que mais sofrem com agressões.


 MEC divulga novos prazos de inscrição do Fies
Agência Brasil; 14/10
https://bit.ly/3lTvpCw

A partir do dia 26 de outubro, poderão se inscrever tanto os candidatos não matriculados em instituição de educação superior, como também aqueles já matriculados, mas que buscam uma oportunidade para financiar a continuidade dos estudos.

Nos dois primeiros dias, ou seja, de 7h do dia 26 até as 23h59 do dia 27 de outubro, a oferta será exclusiva para os cursos de áreas do conhecimento prioritárias, como os cursos de Saúde, Engenharias, Licenciaturas e Ciência da Computação.

Para os candidatos não matriculados em instituição de educação superior, as inscrições poderão ser realizadas até as 23h59 do dia 03 de novembro. E, para quem já está matriculado no curso, turno e instituição para a qual deseja se inscrever para tentar o financiamento, o prazo termina às 23h59 do dia 27 de novembro.

As inscrições serão realizadas exclusivamente pela página do Fies.

 

 

Agravada pela desigualdade, covid-19 faz mais 713 vítimas em 24 horas no Brasil
Rede Brasil Atual; 15/10
https://bit.ly/2SWkj3o

Com mais de 152 mil mortos, Brasil mantém condições sociais, econômicas e políticas que favorecem o contágio e são analisadas por cientistas da Fiocruz.

A covid-19 já provocou a morte de 152.460 pessoas no Brasil desde o início da pandemia, em março, já somadas novas 713 mortes registradas hoje (15). Em número de novos casos, o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), informa que, no mesmo período, foram oficialmente notificadas 28.523 novas infecções. Considerado por autoridades sanitárias de todo o mundo o “pior cenário” no combate ao novo coronavírus, as condições que levam o país a manter-se há meses entre os primeiros em números de mortes e casos chama a atenção de cientistas.

“Antes, Durante e Depois da Pandemia: Que país é esse?” é o título de uma recente publicação da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP), (veja aqui) da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Em suas páginas, pesquisadores analisam o comportamento de diferentes doenças no Brasil – incluindo aquelas que se relacionam com a covid-19 ao provocar outras morbidades – e os impactos presentes e futuros da maior pandemia do mundo em mais de um século.