Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de
Ensino de Presidente Prudente e Região

NOTÍCIAS DO DIA
PF prende reitor e dono da Universidade Brasil, SESI perderá R$ 1,6 bi com cortes, caça às universidades públicas, pressione o seu Senador, e mais.

terça-feira, 3 de setembro de 2019

Fepesp e sindicatos debatem EaD em audiência pública na Assembleia Legislativa – nesta quarta-feira, 04/09, 18 horas. Aberto a todos. Saiba mais aquihttp://bit.ly/2k1P5Ko.


 



Polícia Federal prende donos de universidade 
por fraudes ao FIES e venda de vagas em São Paulo

Polícia Federal; 03/09
http://bit.ly/2ls0G5H

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta terça-feira 03/9, a Operação Vagatomia, que investiga um grande esquema de fraudes na concessão do Financiamento Estudantil do Governo Federal (FIES) e na comercialização de vagas e transferências de alunos do exterior (principalmente Paraguai e Bolívia) para o curso de medicina em Fernandópolis/SP. Bolsas do PROUNI e fraudes relacionadas a cursos de complementação do exame REVALIDA também estão sob investigação da PF.

 

Entenda o caso: 

MPF processa Universidade Brasil por excesso de alunos 
no curso de medicina em Fernandópolis (SP)
MPF; 02/05
http://bit.ly/2JcWXmf

O Ministério Público Federal ajuizou uma ação civil pública contra a Universidade Brasil (antiga Unicastelo) devido ao preenchimento ilegal de vagas em excesso no curso de medicina oferecido no campus de Fernandópolis (SP). No processo, o MPF pede que a Justiça determine liminarmente o cancelamento de matrículas efetuadas além do limite autorizado pelo Ministério da Educação e proíba a realização de novos processos seletivos para a graduação, sejam vestibulares ou de transferência.

 

Secretária de universidade é presa suspeita de integrar 
quadrilha que vendia vagas em cursos de medicina

G1; 22/04
https://glo.bo/2kgFnUD

Em nota, a Universidade Brasil diz que “é vítima do esquema de fraudes envolvendo vagas de medicina em faculdades privadas no interior de São Paulo.” A universidade afirma que em dezembro de 2018, um boletim de ocorrência foi aberto pela própria instituição com o intuito de denunciar uma página em uma rede social em que o administrador utilizava o nome da universidade para cometer atos ilícitos, obtendo para si vantagens indevidas.

 

MEC faz novos cortes e não irá financiar 
nenhum novo pesquisador neste ano

Folha de S. Paulo; 02/09
http://bit.ly/2lz3hLm

A Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) anunciou nesta segunda-feira (2) o corte de mais 5.613 bolsas de mestrado e doutorado. Com a medida do governo Jair Bolsonaro (PSL), nenhum novo pesquisador vai ser financiado neste ano. Trata-se do terceiro anúncio de retirada de bolsas em 2019. Nos oito meses de 2019, a gestão Bolsonaro extinguiu 11.811 bolsas de pesquisa financiadas pela Capes, o equivalente a 12% das 92.253 bolsas de mestrado e doutorado financiadas no início do ano. ​

 


“O mundo está perplexo com o desmonte 
da educação no Brasil”, constata Miguel Nicolelis

IHU; 27/06
http://bit.ly/2kqaKvS

Nicolelis: “O mundo inteiro está pasmo. Revistas internacionais de ciência dedicaram espaços que o Brasil nunca ganha, como por exemplo na Nature, para falar do total espanto e choque que é qualquer governo de um país como o nosso tentar criminalizar e afogar as universidades, ao invés de promover, defender e ampliar seus horizontes”, diz.

 

”Governo atual errou ao apostar na guerra cultural”, diz especialista
Correio Braziliense; 02/09
http://bit.ly/2lX4lJ3

Fernando Schuler, cientista político e professor do Insper, defende uma gestão compartilhada da educação entre estado e iniciativa privada, por meio do modelo de contratualização. Esse, para ele, é o grande desafio do país: a replicação de uma saída de sucesso em destacadas instituições internacionais. Também filósofo, ele afirma que o Prouni e o sistema de cotas foram responsáveis pela universalização do ensino superior no Brasil e não podem ser desprezados. “O governo atual errou ao incentivar o clima beligerante na educação, ao apostar na guerra cultural. Dificultou um diálogo necessário para o avanço”, acredita.

 

CPI das universidades de SP vai investigar 
contas da USP, Unesp e Unicamp

Folha de S. Paulo; 03/09
http://bit.ly/2k1N94A

A CPI da Assembleia Legislativa que investiga as universidades de SP requisitou informações de sigilo bancário da Unicamp, da Unesp e da USP. Elas terão que enviar aos deputados extratos mensais de todas as contas que mantêm, do período de 2011 a 2019.

 

Bolsonaro promete medida provisória para carteira estudantil digital
Estadão; 02/09
http://bit.ly/2luCEXM

O presidente Jair Bolsonaro deve assinar até o final desta semana Medida Provisória (MP) para criar a carteira digital de estudantes, batizada de MP da Liberdade Estudantil, além de editar decreto para regulamentar adesão de escolas cívico-militares. A informação foi dada pelo porta-voz da Presidência da República, general Otávio Rêgo Barros, nesta segunda-feira, 2. A carteira estudantil dá direito à meia-entrada em cinemas, shows e teatros.

 


ABC: Reunião com os Professores da FSA, dia 05/09
SinproABC; 02/09
http://bit.ly/2lzuvkI

O SINPRO ABC, convida a todos os docentes do ensino superior da Fundação Santo André (excetuados os professores que exerçam cargo de confiança), a participarem de reunião a ser realizada no dia 05/09/2019 (quinta-feira), às 18h00, na sede social do Sindicato dos Bancários do ABC, localizada na Rua Xavier de Toledo, 268 – Centro – Santo André – SP, sobre o caso com a FSA e os ataques contra os professores.

 



Sesi vai perder R$ 1,6 bilhão ao ano com cortes do Sistema S

Valor Econômico; 03/09
http://bit.ly/2k0mJA8

Além da redução de recursos, as negociações envolveram, como contrapartida, a criação de um programa de qualificação profissional, a ser anunciado pelo governo nos próximos dias. Serão duas vertentes: uma vai atender aos desempregados e às empresas que necessitem atualizar seus trabalhadores; e a outra será direcionada para jovens cadastrados no Bolsa Família.

 

Corte negociado com governo no Sistema S 
não deve gerar emprego, diz presidente da CNT

Folha de S. Paulo; 03/09
http://bit.ly/2ltMVUe

O acordo entre governo e confederações do Sistema S para o corte de 20% não deixou ninguém feliz, mas foi o que deu para fazer. A avaliação é de Vander Costa, presidente da CNT (confederação de transporte). Ele diz que a facada foi menor do que o governo desejava, mas maior do que as entidades gostariam. Para Costa, a medida não vai impulsionar o emprego. Ele calcula que a redução no custo das empresas, na prática, vai ser de 0,5% do valor pago sobre a folha de pagamentos. “Não acredito que algum empresário vai contratar por causa disso”, afirma ele.

 

 


CCJ do Senado pode votar reforma da Previdência na quarta (4)
Diap; 02/09
http://bit.ly/2k1wnm6

Está na pauta da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, desta quarta-feira (4), a PEC 6/19, que trata da reforma da Previdência. A proposta recebeu, até esta segunda-feira (2), 376 emendas com sugestões de mudanças, das quais mais de 200 estão sem parecer, informa o portal do Senado. O relatório preliminar foi apresentado na semana passada e houve pedido de vista nesta segunda.

 

Previdência: resumo do parecer do relator no Senado Federal
Diap; 28/08
http://bit.ly/2ksfeCf

O texto preliminar (resumo), apresentado formalmente nesta quarta-feira (28), na Comissão de Constituição e Justiça do Senado, pelo relator, senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) traz o seguinte, segundo o consultor legislativo da Casa, Luiz Alberto dos Santos: acolhimento de toda a fundamentação e sustentação jurídica da PEC 6/19; ênfase na argumentação fiscal da PEC: redução da despesa; contenção da elevação dos gastos previdenciários; geração de “espaço” para outras despesas e direitos sociais; desconsideração de todos os questionamentos sobre inconstitucionalidades; parecer incompleto: não analisa a totalidade das emendas (apenas 145); comete impropriedades diversas (fáticas, jurídicas e econômicas). Clique e leia o parecer completo.

 


Fepesp; 28/08
http://bit.ly/2Zk87OF

Expectativa é de que primeiro turno aconteça no dia 24 de setembro, e o segundo no começo de outubro.

 

 


Como o Fundeb pode ajudar na equidade da Educação?
Nova Escola; 02/09
http://bit.ly/2kfBwap

Hoje, o Fundeb é o principal mecanismo de financiamento para a Educação Básica brasileira. Ele funciona através da junção de 27 fundos estaduais, que arrecadam verba através de impostos nos estados e municípios. A partir desse valor total, a União faz uma complementação de 10%. Ou seja, a cada real arrecadado por todos os estados juntos, dez centavos são acrescentados pela esfera federal.

 

 


Pobres e os de 35 a 59 anos puxam alta 
na reprovação a Bolsonaro, aponta Datafolha

Folha de S. Paulo; 03/09
http://bit.ly/2kpd4De

​Os mais pobres e as pessoas de 35 a 59 anos puxaram a alta na reprovação ao presidente Jair Bolsonaro (PSL), aponta pesquisa Datafolha realizada nos dias 29 e 30 de agosto. A fatia que considera o governo ruim ou péssimo cresceu em todos os segmentos de renda, idade, escolaridade, região e cor. Mas a representatividade dessas duas faixas —aqueles com renda familiar mensal de até dois salários mínimos e pessoas de 35 a 59 anos— em relação à população brasileira foi decisiva para o aumento geral da reprovação.

 

Artigo | Datafolha mostra que Bolsonaro,
por hora, é o presidente da conversa fiada

Folha de S. Paulo; 03/09
http://bit.ly/2lwTJAj

Por Ranier Bragon: Reprovação recorde, rejeição às ideias e declarações e o troféu lero-lero: só 2 em cada 10 brasileiros dizem confiar no que diz o mandatário do país. Um merecido tributo a quem embalou a carreira na mentira, na baboseira e na mais espalhafatosa falta de conhecimento de que se tem notícia.