Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de
Ensino de Presidente Prudente e Região

NOTÍCIAS DO DIA
MP873 cai, Barroso cassa desconto; Ibope negativo para Bolsonaro; número de empresas educacionais cresce no Brasil, e mais.

sexta-feira, 28 de junho de 2019

Veja aqui, em nota preparada pelo SinproSP, um guia de direitos com perguntas e respostas sobre as férias de julho dos professores. Confira o guia completo: https://bit.ly/2Xcpfph

 

 


Barroso cassa decisão que autorizava 
desconto em folha de contribuição sindical

Conjur; 27/06
http://bit.ly/2X9X6dJ

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, suspendeu acordo coletivo que autorizava sindicato a descontar a contribuição diretamente da folha de pagamento. Segundo o ministro, o acordo não pode ser entendido como manifestação da vontade individual do trabalhador. Essa interpretação, segundo ele, é uma forma de esvaziar as decisões do STF sobre o tema.

 

Bolsonaro lamenta fim da validade de MP que veda desconto sindical
Agência Brasil; 27/06
http://bit.ly/31WUQKn

O presidente Jair Bolsonaro lamentou nesta quinta-feira (27) o fim da validade da Medida Provisória (MP) 873 que vedava o desconto sindical em folha. A MP foi editada no dia 1º de março e extinguiu a possibilidade da mensalidade de contribuição sindical ser debitada diretamente da folha de pagamento dos salários dos trabalhadores. A norma definiu que o recolhimento da contribuição deveria ser feito via boleto bancário e com anuência prévia do trabalhador. Com forte resistência nos sindicatos e idas e vindas na Justiça, o Congresso Nacional nem sequer instalou a comissão especial para analisar a MP, por falta de indicação de seus membros por parte dos líderes partidários. Por causa disso, após vigorar por 120 dias, a medida caduca a partir de amanhã (28) e o desconto em folha volta a vigorar para o recolhimento da contribuição sindical.

 

 

Ibope atesta: Brasil repudia ataques de Bolsonaro à educação
Brasil 247; 28/06
http://bit.ly/2FAW0S3

A pesquisa CNI/Ibope apontou um aumento significativo da desaprovação das políticas do governo para a educação. O percentual subiu de 44% para 54% de abril para junho. A área era a segunda mais bem avaliada até então e caiu para a quinta posição, após o ministro Abraham Weintraub anunciar o bloqueio de verbas para políticas de ensino.

 

Alunos da Uninove protestam contra demissão
de professores e sucateamento do ensino

Brasil de Fato; 27/06
http://bit.ly/2KL56zU

Estudantes da Universidade Nove de Julho (Uninove) se reuniram na manhã desta quarta-feira (26) em frente à unidade Barra Funda da instituição de ensino para protestar contra o aumento da carga horária baseada em ensino à distância (EAD) e a demissão de aproximadamente 30 professores em cursos da área de humanas. Ouvidos pela reportagem, os manifestantes argumentaram que as mudanças vão diminuir a qualidade de ensino nos cursos afetados e aprofundar um processo de precarização que já vinha ocorrendo nos últimos anos.

 


Miguel Nicolelis: “O mundo está perplexo 
com o desmonte da educação no Brasil”

Brasil de Fato; 26/06
http://bit.ly/300m94R

O neurocientista brasileiro Miguel Nicolelis vive há três décadas no exterior e roda o mundo para divulgar sua pesquisa científica. Por isso, não tem dúvidas ao sentenciar: a comunidade internacional está perplexa com os desmontes e cortes na educação pública anunciados pelo governo brasileiro, chefiado por Jair Bolsonaro (PSL). “O mundo inteiro está pasmo. Revistas internacionais de ciência dedicaram espaços que o Brasil nunca ganha, como por exemplo na Nature, para falar do total espanto e choque que é qualquer governo de um país como o nosso tentar criminalizar e afogar as universidades, ao invés de promover, defender e ampliar seus horizontes”, diz.

 

Unoeste é única instituição privada de SP a receber prêmio
Segs; 27/06
http://bit.ly/2Nek4Ar

A Unoeste recebeu um prêmio na área da saúde na solenidade em comemoração ao 35º aniversário do Conselho Estadual de Participação e Desenvolvimento da Comunidade Negra (CPDCN). O destaque da universidade, única particular do estado a ser homenageada, se deu através de ações e projetos que têm um olhar diferenciado para a saúde de vulneráveis.






Em meio à crise, mercado de educação
é o que mais cresce em número de empresas no Brasil, diz IBGE

G1; 26/06
https://glo.bo/320NiWQ

Enquanto o total de empresas ativas no país teve queda de 6,73% em quatro anos, as do segmento educacional tiveram crescimento de 37,5%. Já as empresas ligadas a serviços pessoais encolheram em 29,72%.

 

Artigo | Avanços em educação, mas para todos?
Folha de S. Paulo; 28/06
http://bit.ly/2xlJMIs

Por Claudia Costin: Nos últimos dias, relatórios importantes foram lançados abordando os desafios da educação básica, seja especificamente no Brasil seja incluindo o país entre um conjunto de economias, como o primeiro volume do estudo Talis – Teaching and Learning International Survey (ou pesquisa internacional de ensino e aprendizagem), da OCDE. Um dos documentos divulgados foi o módulo anual de educação da Pnad Contínua, do IBGE. Entre outros problemas, ele mostra a persistência do analfabetismo e a ainda reduzida escolaridade do brasileiro.

 

 


Prêmio jornalístico completa 41 anos: Inscrições abertas
Fepesp; 27/06
http://bit.ly/2IUwc5s

Começam nesta quinta, 27/06, as inscrições para o Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos – e esta é a 41ª edição do certame, que foi iniciado três anos após o assassinato, depois de tortura, do jornalista e professor Vladimir Herzog. Herzog deu nome ao prêmio para que não se esqueça da restrição de liberdades, censura e perseguição política que marcaram os anos de regime ditatorial de 1964 a 85. A defesa de liberdades, inclusive a de cátedra, é item caro aos profissionais de educação e o prêmio tem revelado reportagens, imagens, áudios e vídeos de grande qualidade. Inscrições de 27 de junho a 20 de julho no site do 41º Prêmio Vladimir Herzog, aquiwww.premiovladimirherzog.org.

 

Governo lança Plano Nacional de Internet das Coisas e Câmara IoT
Tecnoblog; 26/06
http://bit.ly/2IWHx5f

Foi publicado no Diário da União, nesta quarta-feira (26), o decreto presidencial 9.854/2019 que institui o Plano Nacional de Internet das Coisas e cria a Câmara de Gestão e Acompanhamento do Desenvolvimento de Sistemas de Comunicação Máquina a Máquina e Internet das Coisas, resumida para Câmara IoT. O MCTIC (Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações) vai ajudar a realizar projetos nas áreas de saúde, cidades e indústria.