NOTÍCIAS DO DIA

Conselho nacional quer todos de volta na escola, a variante delta circulando por São Paulo, o ensino domiciliar para deficientes, e mais:

Por quinta-feira, 15 de julho de 2021

13

A força moral, política e econômica do sindicato é o que vai garantir o poder da categoria na negociação com as instituições. E essa força vem das professoras, professores e auxiliares sindicalizados.

 

 

 

Volta às aulas presenciais em todo o país é urgente, diz presidente do Conselho Nacional de Educação
Yahoo; 14/07
https://bit.ly/3i5Qr0o

A volta às aulas presenciais em todo o país é ação prioritária, urgente e imediata. Essa é a orientação do Conselho Nacional de Educação (CNE) que consta da resolução recém-aprovada para regulamentar o ensino nas escolas brasileiras no contexto da pandemia.

O documento, que seguirá para homologação do ministro da Educação, faz uma análise do que considera “a maior crise educacional já enfrentada pelo Brasil”, listando prejuízos impostos à educação em decorrência do prolongado fechamento das escolas, como retrocessos de aprendizado, problemas socioemocionais dentre estudantes e professores, explosão da evasão escolar e aprofundamento da desigualdade.

 

SERVIÇO

Dissidio Educação Básica 2021
Quando: hoje, quinta-feira, 15/07, 16 horas
Onde: Virtual, a partir do Tribunal Regional do Trabalho 2ª Região
O que é: fase preliminar da ação de dissídio coletivo, quando o relator busca uma alternativa para que o processo seja encerrado por acordo entre as partes, sem a necessidade de julgamento.

 

Bahia: em assembleia, professores da rede particular decidem permanecer apenas com aulas remotas
Acorda Cidade; 13/07
https://bit.ly/3r9PwjT

Foi realizada uma assembleia no dia de ontem (12) com professores e representantes do Sindicato dos Professores da Rede Privada do Estado da Bahia, para dialogarem sobre o retorno das aulas presenciais, autorizado pela Prefeitura Municipal de Feira de Santana.

Em entrevista ao Acorda Cidade, o diretor do Sindicato da rede particular de Feira de Santana, Jorge Luiz, informou que cerca de 92% dos professores presentes na assembleia optaram por não retornar neste momento para sala de aula.

“Nós tivemos uma assembleia no dia de ontem com os professores e eles decidiram em não retornar para as atividades presenciais. Então iremos manter as atividades de forma remota e não retornar para as salas de aulas, porque em torno de 92% dos professores presentes, optaram por esta decisão. Teremos outra assembleia, já foi convocada, mas ainda estamos no aguardo da publicação do edital e já estamos também pensando na possibilidade do indicativo de greve”, disse.

 

CORONAVÍRUS

Prefeitura confirma circulação da variante delta em São Paulo
Pocder360, 15/07
https://bit.ly/3ihkG4P

A prefeitura de São Paulo confirmou na 4ª feira (14.jul.2021) que a variante delta do coronavírus está em circulação comunitária na cidade. De acordo com o comunicado, a comprovação de circulação da cepa veio com o rastreamento epidemiológico de um paciente de 45 anos na zona leste da cidade.

A transmissão comunitária significa que as infecções não são casos de pessoas que estiveram na Índia ou tiveram contato com uma pessoa infectada que veio de outro local. O paciente em questão foi diagnosticado com covid em 21 de junho. Em 5 de julho, o sequenciamento genético mostrou que a cepa do coronavírus era a delta.

A Secretaria Municipal de Saúde rastreou ao menos 40 pessoas que tiveram contato com o paciente, mas nenhuma delas havia viajado nas últimas semanas. A mulher do paciente também foi infectada pela covid-19.


Na CPI, diretora ligada à Covaxin se contradiz sobre datas de envio de fatura da vacina; veja checagem
Folha de S. Paulo; 14/07
https://bit.ly/3ejKHz2

Depois de ficar em silêncio no primeiro depoimento, na terça-feira (13), a diretora técnica da Precisa Medicamentos, Emanuela Medrades, depôs na CPI da Covid-19 nesta quarta-feira (14). A empresa foi responsável por intermediar com o Ministério da Saúde a venda da vacina Covaxin, do laboratório indiano Bharat Biotech. Essa negociação é investigada pela comissão por suspeita de irregularidades e uma suposta pressão atípica, denunciada por servidor da Saúde, para sua aprovação.

 

 

POLÍTICA EDUCACIONAL

SBPC solicita prorrogação do prazo de resolução sobre formação de professores
Jornal da Ciência; 14/07
https://bit.ly/3xJK4Xg

A Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), junto ao seu Grupo de Trabalho sobre a Educação Básica, enviou no dia 8 de julho uma carta à presidente do Conselho Nacional de Educação (CNE), do Ministério da Educação, Maria Helena Guimarães, (veja a íntegra aqui) solicitando prorrogação do prazo para a materialização das alterações requeridas pela Resolução CNE/CP Nº 2, de 20 de dezembro de 2019, que define as Diretrizes Curriculares Nacionais e a Base Nacional Comum para Formação Inicial de Professores da Educação Básica.

A entidade também manifesta preocupação com a Resolução CNE/CP nº 1, de 27 de outubro de 2020, que institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação Continuada de Professores da Educação Básica e Base Nacional Comum para a Formação Continuada de Professores da Educação Básica (BNC-Formação Continuada).

 

Enem alinhado com novo ensino médio será aplicado a partir de 2024
Estadão; 14/07
https://bit.ly/3hDSfyU

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deverá estar alinhado com as diretrizes curriculares dessa etapa de ensino a partir de 2024. É o que define um cronograma publicado nesta quarta-feira, 14, pelo Ministério da Educação (MEC). O ensino médio terá mudanças em todo o Brasil, a partir do ano que vem, com a ampliação da carga horária para os estudantes e currículo mais flexível. Na prática, os alunos poderão escolher diferentes áreas para estudar.

Por causa das mudanças previstas para a etapa, o Enem, principal porta de entrada dos alunos no ensino superior, também terá de mudar. A atualização da matriz de avaliação do novo Enem vai ocorrer ao longo dos próximos anos para que, em 2024, a aplicação do exame já seja realizada conforme as novas diretrizes.


Ministérios defendem ensino domiciliar para crianças com deficiência
Folha de S. Paulo; 14/07
https://bit.ly/2UOupr2

A pauta é a única prioridade legislativa do governo Jair Bolsonaro na área de educação neste ano, o que tem sido criticado por especialistas por conta da pouca relação com os grandes desafios da educação brasileira. Trata-se de uma reivindicação histórica de grupos religiosos. Por isso, o governo quer, com a aprovação, dar um aceno à sua base de apoio guiada por princípios cristãos e ideológicos.

Projeto de lei que regulamenta a prática tramita pela Câmara dos Deputados —o texto prevê regras como a realização de avaliações anuais.

 

O NEGÓCIO DA EDUCAÇÃO

Yduqs (Estácio) vai investir R$ 30 milhões para criar seu maior campus de medicina
Estadão; 14/07
https://bit.ly/3yZPr4P

O investimento é parte do projeto da companhia de ampliar a sua penetração nos cursos premium, mas com a área de saúde como um dos principais pilares de expansão. Além do Idomed, a Yduqs é dona também do Ibmec, marca que veio junto com a aquisição do grupo Adtalem, concluída em 2020.

Segundo Marina Fontoura, vice-presidente de operações premium da Yduqs, a companhia de educação tem um crescimento muito forte contratado com a abertura dessa e de outras operações. “Temos 6,3 mil alunos com a gente, mas estamos prevendo  aumentar para 15 mil alunos em sete anos quando as nossas operações estiverem plenamente maturadas”, afirma.

 

Gigante chinesa da internet vai limitar uso de games por crianças
Nexo; 07/21
https://bit.ly/3xJ3NXg

Empresa usará sistema de reconhecimento facial para proibir jogos após as 22h. Iniciativa é parte de debate mais amplo no país

A empresa chinesa Tencent, dona do estúdio de games Riot (do jogo “League of Legends”) vai restringir o uso de games por crianças durante a noite. O anúncio foi feito na quarta-feira (7). A Tencent é uma das principais empresas do ramo de tecnologia e internet na China, e considerada líder mundial na indústria de jogos eletrônicos.

A restrição será possível a partir de um sistema de reconhecimento facial. Se o jogador exceder um determinado número de horas — não divulgado pela empresa — após as 22h, o jogo vai enviar uma notificação solicitando o uso do novo programa de escaneamento da face. Caso a câmera reconheça que se trata de alguém com menos de 18 anos, o game será interrompido até o dia seguinte.

A empresa não esclareceu o que pode acontecer se, por exemplo, um adulto for reconhecido erroneamente como uma pessoa menor de idade. A medida é limitada ao território chinês. Em 2018, a Tencent já tinha feito um teste limitado da restrição no jogo “Honor of Kings”.

A presença excessiva de crianças e adolescentes nos games é parte de um debate mais amplo na China. Defensores de medidas similares dizem que jogos eletrônicos em excesso comprometem o desempenho escolar dos jovens e pode causar problemas oftalmológicos.