NOTÍCIAS DO DIA

Educação no topo da lista dos brasileiros, vacina derruba internações em SP, Enem desigual com rede pública à distância e privada no ensino híbrido, e mais:

Por terça-feira, 29 de junho de 2021

  
 

Educação, casa própria e saúde são os principais desejos dos brasileiros
Agência Brasil; 28/06
https://bit.ly/3xYStWy

A pandemia tem feito o brasileiro manter o desejo por contratar ou permanecer vinculado a um plano de saúde e fez crescer a vontade da população em adquirir carro próprio, aparelhos celulares, computadores e ter acesso à internet de alta velocidade. É o que mostra pesquisa do Instituto Vox Populi encomendada pelo IESS, Instituto de Estudos de Saúde Suplementar.

Assim como nas cinco edições anteriores da pesquisa, que acontece a cada dois anos, contar com um plano de saúde é o terceiro maior desejo do brasileiro, atrás de casa própria e educação. De acordo com José Cechin, superintendente do IESS, o período da pandemia e as novas necessidades frente ao isolamento social, como o trabalho e o ensino remotos, e a telemedicina, por exemplo, justificam as menções às tecnologias.

 

Sindicato cria Fundo Emergencial Solidário para auxílio a professores demitidos
SinproSP; 28/06
https://bit.ly/3qyhfKI

Para amparar em caráter emergencial professoras e professores sindicalizados demitidos em junho de 2021 e que não disponham de outra fonte de renda, o SinproSP criou o Fundo Emergencial Solidário. A ideia surgiu de discussões durante as assembleias realizadas neste primeiro semestre e foi acolhida pela diretoria do Sindicato.

O fundo contará com uma reserva de R$ 200.000,00, remanejados do orçamento do Sindicato, aprovado em assembleia de novembro do ano passado..

Será criado um comitê gestor para operacionalizar o fundo, zelar pelo uso dos recursos e transparência do trabalho e fiscalizar o repasse aos professores beneficiários. O comitê será constituído por cinco integrantes: três diretores do Sindicato e dois representantes dos professores sindicalizados.

Valor do auxílio e quem pode ser beneficiário – O objetivo do Fundo é prestar um auxílio, pago sob forma de cartão alimentação, no valor de R$ 400,00 a professoras e professores sindicalizados demitidos entre 1º e 30 de junho de 2021, em decorrência da pandemia ou do movimento de greve pela vida e que não disponham de outra fonte de renda nem tenham direito ao seguro-desemprego ou garantia semestral de salários.

É preciso inscrever-se entre os dias 1º e 30 de agosto e o valor de R$ 400,00 será creditado entre os dias 10 e 30 de setembro. Veja as regras aqui.

 

Com rede pública à distância e privada no ensino híbrido, Enem fica mais desigual
Extra; 28/06
https://glo.bo/3vZfC9T

A primeira metade da preparação para o Enem 2021, cujas inscrições abrem depois de amanhã, foi marcada por desigualdade no acesso às aulas presenciais entre redes públicas e privadas. As provas do exame estão marcadas para os dias 21 e 28 de novembro.

Pela primeira vez em 2021, as redes privadas de todos os estados estão há 30 dias sem interromper o ensino híbrido. Já as públicas, em geral, são vetadas por não garantirem condições ideais de infraestrutura para abrirem em segurança.

— O impacto dessa diferença vai ser enorme no Enem — analisa Claudia Costin, diretora do Centro de Excelência e Inovação em Políticas Educacionais da FGV.


Brasil pode atingir equilíbrio racial no ensino superior na próxima década
Folha de S. Paulo; 27/06
https://bit.ly/3613RW8

O Brasil pode atingir um nível de equidade entre negros e brancos no ensino superior em pouco mais de uma década, se o ritmo de aumento na inclusão racial visto nos últimos anos não for freado ou revertido pela crise econômica que afeta o país desde 2014.

É o que indica um cálculo feito pelos economistas do Insper Sergio Firpo, Michael França e Alysson Portella. Os pesquisadores criaram o Ifer (Índice Folha de Equilíbrio Racial), cuja metodologia foi desenvolvida por eles a partir de um trabalho prévio do qual participou o economista Lucas Rodrigues, da USP.

O indicador aponta o quão distantes as 27 unidades da federação e as cinco regiões brasileiras estão de um quadro em que os pretos e pardos tenham acesso às mesmas oportunidades que os brancos.

 

CORONAVÍRUS


Efeito da vacina: média de internações por covid-19 cai 20% em 15 dias em São Paulo

Rede Brasil Atual; 28/06
https://bit.ly/2SCadYU

Paralelamente ao aumento da vacinação, a média diária de internações pela covid-19 em São Paulo vem caindo de forma consistente há 15 dias. Entre o dia 12, quando a média bateu em 2.760 internações diárias, e ontem (27), quando chegou a 2.195, a queda chega a 20,5%. O número é o mesmo registrado em 6 de maio, menor registrado desde o pico mais grave da pandemia, em abril. Porém, agora, não há indicativos de reversão do quadro, embora os números continuem altos. Ontem foram registadas 2.043 novas internações, o menor número para um domingo desde 28 de fevereiro, quando ocorreram 1.890.


Caso Covaxin agrava perda de popularidade de Bolsonaro
Rede Brasil Atual; 25/06
https://bit.ly/3dsk4Yx

O caso da compra superfaturada da vacina Covaxin pelo Ministério da Saúde deve agravar nos próximos dias o processo de perda de popularidade do presidente Jair Bolsonaro. “Isso vai dificultar ainda mais a situação do governo”, avalia o deputado Paulo Pimenta (PT-RS).

Em entrevista neste domingo ao Brasil TVT, Pimenta afirmou que o momento na política é marcado por um processo acelerado de corrosão da sustentação pública do governo. O deputado destacou também que o governo Bolsonaro é “marcado por todo tipo de irregularidade”.

 

 

POLÍTICA EDUCACIONAL

MEC publica editais com datas do Sisu, Prouni e Fies do 2º semestre, e candidato poderá usar notas do último Enem
G1; 28/06
https://glo.bo/2SzZM8d

O Ministério da Educação (MEC) publicou nesta segunda-feira (28) no Diário Oficial da União os editais com datas e regras para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), o Programa Universidade para Todos (Prouni) e Financiamento Estudantil (Fies). Os candidatos que fizeram o Enem 2020, em janeiro último, poderão usar as notas pela primeira vez. Isso porque, na seleção do 1º semestre desses processos, foram aceitas notas de edições anteriores.

Confira abaixo as datas:
     Prouni: de 13 a 16 de julho
     Fies: de 27 a 30 de julho
     Sisu: de 3 a 6 de agosto

 

Comissão debate impactos da reforma administrativa na educação
Money Times; 28/06
https://bit.ly/3h1c5Us

A Comissão de Educação da Câmara dos Deputados realiza audiência pública na segunda-feira (28) para debater os impactos da PEC 32/20, da reforma administrativa, na educação.

O pedido para a realização do debate foi feito pelo deputado Professor Israel Batista (PV-DF) e subscrito pelos deputados Danilo Cabral (PSB-PE), Professora Rosa Neide (PT-MT), Tiago Mitraud (Novo-MG), Professora Marcivania (PCdoB-AP) e Rogério Correia (PT-MG).

O evento será realizado no plenário 12, às 9 horas, e terá transmissão interativa.


Ideias de Ortega y Gasset sobre educação são tema de curso on-line
Jornal da USP; 28/06
https://bit.ly/2Ucfzup

Promovido pela Cátedra de Educação Básica da USP, evento on-line será nesta terça-feira, dia 29, às 19 horas, aqui neste link.

As ideias sobre educação do filósofo espanhol José Ortega y Gasset (1883-1955) serão tema do último minicurso oferecido pela Cátedra de Educação Básica da USP neste primeiro semestre do ano. Nesta terça-feira, dia 29, às 19 horas, o professor Nílson José Machado, da Faculdade de Educação da USP, abordará questões exploradas por Ortega y Gasset na primeira metade do século 20 e que ainda hoje são atuais ao se pensar a educação: a tecnologia, as questões socioemocionais, a ética e a epistemologia.

Serão discutidos os temas Antecipação de questões atuais sobre a tecnologia, A atualidade das questões socioemocionais, Matriz para fundar uma ética e Uma síntese epistemológica notável.

 

O NEGÓCIO DA EDUCAÇÃO

Educação e tecnologia: por que grandes empresários querem investir nas ‘edtechs’
CNN; 28/06
https://bit.ly/3x8kYRy

Desde que decidiu vender o Orlando City, o bilionário Flávio Augusto da Silva afirmou que seus investimentos seriam voltados para o setor de educação. E a promessa está sendo cumprida. Em entrevista exclusiva à CNN, o empresário confirmou que pretende investir cerca de R$ 1 bilhão no setor de educação, nos próximos três anos. Na última semana, Flávio anunciou um aporte para a aquisição de 100% da Conquer, escola de negócios da nova economia.

“A Conquer é uma empresa nova que, em 4 anos, cresceu do zero para um faturamento de R$ 35 milhões, no último ano. Essa aquisição faz parte de uma estratégia de multiplataforma. Vamos ter conteúdos voltados para a realidade do mercado de trabalho”, afirma Flávio.

O presidente da Wiser Educação quer fugir dos modelos tradicionais e planeja investir na oferta de cursos mais práticos. “Meu objetivo é melhorar a empregabilidade, a carreira profissional, o salário e as condições para que todos tenham a possibilidade de empreender e gerar empregos.”

 


Vai ter racionamento? Governo vem com medida provisória para agir no volume de água de reservatórios de usinas
Folha de S. Paulo; 29/06
https://bit.ly/3qCQ1Td

O governo editou nesta segunda-feira (28) uma medida provisória que dá poderes ao Ministério de Minas e Energia decidir sobre o nível de vazão de água nos reservatórios das hidrelétricas. Para aprovar a medida no Congresso, decidiu retirar do texto trechos que previam a possibilidade de um racionamento compulsório de energia.

Na MP, não há menções a qualquer tipo de restrição de consumo —seja racionamento ou deslocamento de consumo para horários fora do pico, algo que antes estava previsto no texto.

Em entrevista recente à Folha, o ministro da pasta, Bento Albuquerque, afirmou que avalia para julho uma campanha de deslocamento do consumo de energia para horários fora do pico como forma de evitar apagões. Para isso, no entanto, basta uma decisão do próprio ministério.

O QUE A MEDIDA PREVÊ:

Interferência nas hidrelétricas – Um grupo do governo liderado pelo Ministério de Minas e Energia terá poder de decidir sobre nível de água nos reservatórios das hidrelétricas, passando por cima de agências reguladoras, como a Ana, e o Ibama

Medidas de ajuste – Esse grupo poderá decidir ainda sobre importação de energia, acionamento de mais termelétricas e realização de mais leilões de reserva extraordinários

Leilões expressos – Caberá ao Ministério de Minas e Energia definir as novas regras para a realização de leilões expressos, uma categoria nova que a MP cria e é diferente dos leilões que normalmente o governo realiza dentro de um cronograma pré-estabelecido pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica)

Racionamento – A MP retirou poderes do grupo definir medidas de racionamento compulsório de energia.